9 maneiras de aumentar sua fertilidade

9 maneiras de aumentar sua fertilidade 

Faz parte da vida e a maioria de nós dá por certo: Faça sexo, fique grávida, certo? Errado. Na realidade, até mesmo pequenos problemas, como o estresse, podem tirar seu corpo do eixo e prejudicar sua fertilidade, impedindo a concepção. Se você está tentando ter um bebê, leia as dicas de saúde simples que podem lhe ajudar a proteger sua fertilidade. 

Coma bem 

Aqui está uma boa notícia: ficar bem nutrido aumenta suas chances de conceber! Certifique-se de incluir proteína, ferro, zinco, vitamina C e vitamina D em quantidades suficientes em sua dieta, porque as deficiências desses nutrientes foram associadas a ciclos menstruais prolongados e, com isso, ovulações menos frequentes e maior risco de aborto. Pergunte ao seu médico se você deve tomar um suplemento multivitamínico diário. E certifique-se de comer alimentos ricos em proteínas, como carne, peixe, produtos lácteos com baixo teor de gordura, ovos e feijão.  

Pense antes de beber 

Pesquisas relacionaram o consumo de álcool com uma diminuição da capacidade de engravidar, além de poder prejudicar um feto em desenvolvimento. O álcool altera os níveis de estrogênio, o que pode interferir na implantação do óvulo fecundado. Você também deve pensar em reduzir a cafeína enquanto tenta engravidar e durante a gravidez. Pesquisas sugerem que a cafeína afeta os níveis hormonais femininos e pode afetar o tempo que a mulher leva para engravidar.  

Controle seu peso 

Além dos outros riscos que representa para sua saúde, o excesso de gordura corporal pode levar a uma superprodução de certos hormônios que atrapalham a ovulação. Seus ciclos podem ser menos regulares, você pode ovular com menos frequência, e isso reduz suas chances de engravidar. Por outro lado, muito pouca gordura corporal significa que seu corpo também pode não estar produzindo hormônios suficientes para ovular a cada mês ou para manter uma gravidez se você conceber. 

Exercícios físicos podem ajudá-la a manter um peso saudável. Apenas não exagere, converse com seu médico sobre sua rotina de exercícios antes de tentar engravidar. 

 Afaste-se dos pesticidas 

Muitos pesticidas e herbicidas – produtos químicos usados ​​para matar insetos e ervas daninhas que ameaçam horticulturas – diminuem a fertilidade masculina e podem afetar a fertilidade feminina, inibindo a função ovariana e interrompendo o ciclo menstrual. A maioria dos estudos realizados até hoje aborda a forma como a exposição a esses produtos afeta a fertilidade, mas um estudo publicado na edição de março de 2015 de Reprodução Humana é o primeiro a mostrar como comer frutas e vegetais com pesticidas pode afetar a contagem de esperma. O estudo revelou que os homens que comiam os alimentos mais tratados com pesticidas tinham uma menor contagem de espermatozoides e um esperma de baixa qualidade.
Então, se você estiver tentando engravidar, é sempre uma boa ideia comer frutas e vegetais orgânicos, lavar cuidadosamente aqueles com resíduos e evitar a aplicação de pesticidas no gramado ou no jardim. 

 Atenção ao ambiente de trabalho 

Mulheres que trabalham com radiação, óxido nitroso, combustível para jatos e certos produtos químicos industriais comuns podem ter os ciclos menstruais prejudicados e a fertilidade diminuída. Então, muito cuidado se você trabalhar com produtos químicos perigosos.  

Os turnos de trabalho rotativo também podem afetar a fertilidade: um estudo com quase 120 mil mulheres descobriu que aquelas que trabalham em turnos rotativos tiveram uma taxa de problemas de fertilidade 80% maior do que que trabalharam turnos em dias normais. Os turnos da noite inteira também foram melhores do que os turnos rotativos. Lembre-se de melhorar sua fertilidade pedindo uma mudança constante, se possível, e usando sempre equipamento de proteção pessoal se você trabalhar em ambientes com certos produtos químicos. 

Pare com os cigarros 

Como se você precisasse de outra razão para parar de fumar: as toxinas do cigarro não só prejudicam os óvulos de uma mulher, interferindo no processo de fertilização e implantação, mas também causam envelhecimento dos ovários. Isso significa que os ovários de uma fumante de 35 anos funcionam como ao de uma mulher de 42 e, portanto, são menos férteis. Fumar, segundo especialistas, causa danos permanentes à sua fertilidade, mas quando você corta cigarros, é possível recuperar alguma função ovariana.  

Conheça seu ciclo 

Um ciclo menstrual normal dura 21 a 35 dias (comece a contar o primeiro dia do período). Se o seu ciclo for visivelmente mais longo – digamos, 42 dias – você pode estar ovulando com menos frequência e é hora de procurar um ginecologista. Quando estiver pronta para conceber, descubra seu período fértil, durante o qual você deverá ter relações sexuais regularmente.  

Sem sexo, sem bebê 

Se as demandas de sua vida agitada diminuíram o seu desejo sexual, é uma boa ideia começar a ter relações sexuais com mais frequência. Algumas pesquisas sugerem que as mulheres que se envolvem em relações sexuais regulares (pelo menos semanalmente) são mais propensas a ter ciclos menstruais previsíveis e ovulação normal do que as mulheres que têm sexo esporádico. Uma teoria: seu marido emite hormônios sexuais que influenciam seu sistema reprodutivo. O sexo semanal também pode fazer com que você produza mais estrogênio. E não há dúvida de que o sexo frequente ajuda quando você está realmente tentando engravidar. Pesquisas indicam que ter relações sexuais a cada dois dias durante seu período fértil aumenta as chances de gravidez.  

Cuidado com lubrificantes 

Alguns lubrificantes sexuais realmente atrapalham a chegada do esperma até o óvulo e sua fecundação. Mas mesmo certos lubrificantes “caseiros” como saliva e azeite devem ser evitados. Em vez disso, opte por melhores escolhas, como óleos minerais ou considere usar um lubrificante desenvolvido para ser compatível com esperma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *