O excepcional pet Samoieda

 

racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - O excepcional pet Samoieda

As civilizações errantes utilizaram esta espécie faz aproximadamente cinco mil anos, na região da Sibéria, embora haja outras explicações acerca da procedência da raça Samoiedo. Consoante os documentos, essa espécie só era capaz de ser encontrada em meio a essas tribos, originando, desse jeito, o seu nome. Estes cães eram empregados em práticas no campo, para a caça e também para empregá-los em trenós.

Por volta do período de 1870 a 1909, os primeiros espécimes dessa espécie foram demandados para as terras inglesas, todavia ainda não fossem raça pura. Afirmam que a Soberana Alexandra gostou em tal grau da raça que fez muito para conseguir fomentar a raça na sua pátria. Podemos ver atributos desses cães em alguns pedigrees novos.
Os Samoiedos aportaram na América no ano de 1906, um espécime foi dado como presente do Grão-Duque russo Nicolau. Em função de sua lindíssima fisionomia, sua personalidade doce e sua resistência como um cão puxador de trenós, o Samoiedo vem crescendo a sua popularidade.

Características Físicas do Samoiedo

Essa é uma espécie que se aparenta bastante a um bicho de pelúcia, seu corpo é muito atlético com uma musculatura bastante desenvolvida, seus pés são redondos e achatados com um envoltório peludo bem denso, a cabeça é de forma de cunha com os olhos profundos, orelhas de tamanho mediano bastante distanciadas entre si em um posicionamento vertical e o focinho tem tamanho mediano com um tom escurecido.
Seu rabo pende para qualquer lado, o pelo deste cão é bem espesso e muito belo. A expressão facial é um dos quesitos interessantes desse cachorro – ele aparenta estar a todo momento sorrindo!
Seu pelo é vasto, sedoso, alisado e um tanto volumoso. A coloração mais habitual é o branco simples, embora podem ser encontrados nas várias tonalidades de branco palha, amarelo, branco e amarelado, branco e preto e branco e marrom.

 

Temperamento do Samoiedo

Esta espécie é bastante extrovertida, fazendo o possível a fim de deixar as pessoas de fora e sua família sempre contentes! Se adaptado, ele vai querer constantemente, ainda, dormir toda noite com o seu proprietário. As pessoas mais velhas amam esta raça, pois ela tem uma facilidade em satisfazê-los e deixá-los mais contentes e, principalmente, sendo uma companhia pelo resto da vida.
Apesar de amável, é significativo que o Samoiedo faça exercícios frequentes pois é um cachorro habituado com o trabalho intenso. Não é aconselhável deixá-lo preso em correntes ou no interior de casa ou apartamentos. No momento em que se encontram desacompanhados ou insatisfeitos, eles propendem a gerar um temperamento mais destruidor, latindo muito, mordendo os objetos a sua frente e cavando por toda parte.
Pela necessidade de deixar o seu proprietário mais satisfeito, eles poderão ser amestrados, porém não imagine que vai ser fácil: eles são bastante rebeldes.
Esta espécie possui a tendência de ser dominante e são capazes de não conviver bem com outros cães de estimação!

Vantagens em se ter um Samoiedo

Samoiedos são extremamente dóceis, sensíveis, afetuosos, espertos e estão constantemente com “sorriso” na sua fisionomia! Encantar o dono e todo mundo ao seu redor é um grande hábito que este cachorro apresenta.
Este cão tende a ser muito tranquilo dentro da habitação e vai querer estar perto do dono toda hora, um indício interessante de seu gigantesco afeto e carinho.
Como esta raça pode se dar muito bem com visitantes e hóspedes, você nunca terá que ficar se preocupando em deixar o Samoiedo preso! Seu dono vai ficar contente com o modo como o Samoiedo trata os seus amigos e visitantes.
Esta espécie se mantém bastante higiênica por vários dias, ainda que sejam cães primordialmente alvos e bem peludos. Por não terem glândulas subcutâneas, esta raça não possui um mau cheiro, que é típico em outras raças de cães. Ou seja, a economia com a higiene do animal será bem alta!

Pontos fracos do Samoiedo

As práticas físicas devem ser a cada dia, por sua origem, o Samoiedo não resiste ficar bastante tempo desocupado, caso isto ocorra, a ansiedade e o irritabilidade podem afligi-lo.
Caso você queira um cão para ser um cão protetor, sequer pense em adquirir um Samoiedo.
Eles são travessos, contudo podem ser do tipo travesso “desobediente” e tornam-se indomináveis, não submetendo-se às ordens dadas pelo proprietário.
O Samoiedo é um cão bem dominante, não é sugerido ter outros animais de estimação junto dele, principalmente felinos! Mas, caso possua um outro cão em sua residência, domestique o Samoiedo precocemente para aceitar os amigos.
Esse cachorro não se encaixa com muita facilidade a temperaturas muito elevadas, isto se deve à sua origem nórdica, isto é, a climas menos quentes.
O Samoiedo tem o costume de largar bastante pelo ao longo da casa por causa da sua troca de pelagem.
O Samoiedo mostra muitos problemas relativos a sua saúde, como: pigmentação estranha no olho, orelha tombada, ossos desproporcionais, pelagem cacheada, propriedades do sexo mal especificadas, displasia coxofemoral, podem ficar surdos, ameaça de nanismo e a retina pode manifestar uma decadência progressiva.

Como cuidar de um Samoiedo

Só possua um Samoiedo se você tiver muita energia e ânimo para tal, vá se divertir com ele ou fazê-lo correr por um tempo, já que este cachorro necessita de dissipar sua energia a cada dia, ou seja, se você for desmotivado não adquira um Samoiedo! Um ótimo adestramento inclusive será essencial com a intenção de tornar o cachorro mais educado.
Se você tiver outros cachorros em casa é indicado que o dono eduque o Samoiedo desde filhote com o propósito de que ele torne-se extrovertido com os demais animais da casa.
O Samoiedo é um cão bem teimoso e rebelde, o que o faz bem difícil de impor limites: ele irá querer ficar dentro do lar e você vai se desgastar para poder educá-lo, assim o adestramento deve ser feito o mais cedo possível! Semanalmente realize a escovação de seu pelo, porque eles irão cair com frequência se você não o fizer.
Entretanto, eles são muito apegados com o seu proprietário, carecendo de demasiado afeto, cafuné e atenção.

Filhotes de Samoiedo

racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - O excepcional pet Samoieda

Esses cãezinhos são bastante carentes, constantemente pretendendo mamar e cochilar bastante, a despeito de que eles são iguais a umas “bolinhas peludas”! Porém eles crescem bem depressa e por volta da 5° e décima semana de vida já viram plenos “desbravadores” do ambiente onde habitam. É neste período que o dono deve começar a ensiná-lo a fim de que as ordens sejam mais habituais para o cachorro. Nessa etapa ele se encontra mais animado, dado que é a época em que ele se afiniza com a raça que pertence e entra em uma etapa de sociabilização com os humanos. Posteriormente aos três meses o Samoiedo começa a desenvolver a sua liderança e o criador deve aprimorar o condicionamento de obediência do cachorro com mais regularidade. Após um ano de existência, esse cão fica mais astuto, deste modo o seu proprietário deve colocar mais intensidade no seu adestramento a fim de conseguir resultados mais satisfatórios.
O Samoiedo, quando filhote, é bem alegre, cheio de energia e bastante vigoroso. Quanto às suas características físicas, é imprescindível possuírem olhos marrons e lábios pretos e com um “sorriso” característico da espécie. Quanto às orelhas, não se preocupe, elas só se elevarão logo após os 3 meses de existência. O rabo deita em cima do dorso depois dos 2 meses.

Curiosidades sobre o Samoiedo

O Samoiedo é considerado o cão nórdico mais disciplinado já conhecido, embora ele possui um estranho costume de ficar sempre buscando alguma coisa, principalmente nos buracos que ele cava quando está entediado.
No início da concepção dos Samoiedos, os primeiros cães que foram importados para o território inglês não eram completamente brancos. A quase totalidade deles era de uma cor canela e ligeiramente menor que a espécie pura. A procedência de determinados cachorros originaram-se das tribos errantes.
O primeiro clube especializado na espécie se originou no ano de 1920, e funciona até hoje; e, verdadeiramente, as primeiras importações ocorreram no ano de 1893.
Em tempos de tempestades de neve, os Samoiedos conseguem revestir o seu focinho com o próprio rabo.
A curvatura de seus lábios dá a sensação de estarem constantemente “sorrindo”..