Socorro! Meu bebê não dorme!

Socorro! Meu bebê não dorme!

Os hábitos de sono do seu bebê (ou a falta dele) estão deixando você se sentir como um zumbi? Seja paciente. A noite inteira pode estar a caminho.  Saiba, aqui, quando os pequenos começam a dormir durante a noite e o que isso significa para o desenvolvimento físico e cognitivo do seu bebê.

Da mesma forma que você adora passar horas ao lado do seu bebê, é muito provável que você já tenha dito a seguinte frase: “Ah! Mas por que ele não me deixa ter mais de duas horas de sono?” Calma! A boa notícia é que, com um pouco de trabalho e muita paciência, seu bebê vai dormir a noite toda! Vai depender, também, da idade, peso e temperamento da criança, bem como do ambiente em que ele vive e da rotina da família.

Dormir uma noite inteira: quando?

Alguns bebês vão começar a dormir por períodos mais longos entre quatro e seis meses de vida, mas dormir durante a noite, por mais de oito horas, normalmente, ocorre após seis meses. Isso acontece porque a capacidade de dormir à noite é, entre outras coisas, consequência da eliminação das mamadas noturnas.

Para bebês que amamentam, o processo pode ser mais demorado uma vez que eles metabolizam o leite materno relativamente rápido e requerem uma alimentação mais frequente.

Estabeleça rotina

Mas, se você acha que seu bebê está pronto, há coisas que você pode fazer para ajudá-lo. Coloque-o para dormir na hora apropriada para a idade dele, geralmente 19h ou 19h30. As rotinas são muito importantes. Você não precisa estabelecê-las com um bebê que tenha menos de 4 meses, porque ele não estará pronto para dormir durante a noite, mas para bebês mais velhos, os pais devem estabelecer essa rotina de sono e mantê-la durante todas as noites.

Uma rotina para dormir não só ajudará o seu pequeno a entrar no modo de relaxamento antes de ser colocado em seu berço, mas também pode servir como uma excelente experiência de ligação entre vocês.

Ensine o bebê a dormir

Uma hora antes colocar o bebê para dormir comece sua rotina. Feche as cortinas, escureça a sala e prepare o ambiente. Um banho quente pode ajudá-lo a acalmar-se. Existem muitas técnicas que os pais usam para ajudar seus bebês a dormir à noite. Escolha o método que você acha que se adapta melhor à sua família, mas lembre-se de que a rotina é a chave. O processo de aprendizagem do sono pode levar várias semanas. E vale ressaltar que, se o seu filho é dependente de você para adormecer, ele também dependerá de você para voltar a dormir cada vez que acordar. 

Na dúvida fale com seu pediatra

Outras questões, como doença, dentição, viagens e mudanças na casa também podem afetar o sono do bebê. O sono inadequado pode afetar o crescimento e o desenvolvimento de uma criança, o que pode causar alguns atrasos. Se o seu bebê não está dormindo durante a noite por 12 meses ou quando ele tem um ano de idade, converse com o seu pediatra.

Como tratar seu vício por chocolate

Como tratar seu vício por chocolate

Você é um chocólatra? Todo mundo gosta de um docinho de vez em quando, mas se você não pode passar o dia sem um pedaço de chocolate, é possível que você tenha um problema. Mesmo alguém com o paladar mais doce pode superar essa compulsão. Veja se você é viciado nessa gostosura e descubra o que fazer para deixar de ser um dependente.

 O primeiro passo é identificar os sintomas. Nem todos os pesquisadores no campo da psicologia percebem o desejo intenso por chocolate como um verdadeiro vício. No entanto, alguns pesquisadores acreditam que a liberação de endorfinas provocada pelo consumo de chocolate cria uma dependência física para obter um bom humor, sugerindo que seja possível se viciar pela guloseima.

Perceba se você sente que seu desejo por chocolates é definitivamente real e muito difícil de controlar.  Esses podem ser alguns dos sinais:  Você se sente ‘condicionado’ e passa a precisar do doce em determinados momentos do dia, como depois do almoço, por exemplo? Só de pensar no chocolate ou vê-lo na prateleira do supermercado faz você salivar? E, quando você está ansioso, comer um chocolate faz você se sentir mais relaxado e feliz?

 Respondidas as perguntas afirmativamente e confirmada a sua dependência por chocolates, avalie se isso é um problema em sua vida. Pergunte-se se a ingestão excessiva da guloseima fez um estrago na sua dieta, aumentando seu peso e reduzindo sua ingestão de alimentos com alto teor nutricional.  (Embora o chocolate tenha alguns benefícios, o teor de gordura e açúcar são muito altos).

Observe se você não se sente feliz até que tenha consumido chocolate durante o dia.  Para ter o chocolate você chega a desviar do seu caminho para o trabalho a fim de comprar o doce, sentindo pânico de pensar em ficar sem ele a seu alcance.

Você também pode até estar tendo dores de cabeça depois de consumir chocolate, mas nem o fato de você associar a dor à ingestão do doce faz você pensar em parar de comê-lo.

Identifique a causa do vício

Você já se considera um chocólatra, já sabe que isso não é bom para sua saúde, mas ainda não sabe o motivo desse vício. É hora de identificar a causa. Há uma série de possibilidades que podem estar alimentando sua dependência por chocolate. Os problemas emocionais são uma delas. Você está se sentindo abatido, ansioso, deprimido, desapontado, irritado com questões não resolvidas e o chocolate tornou-se uma importante fonte de elevação do seu humor.

Outra causa pode ser a substituição de uma refeição pelo chocolate.  Você está com fome e o chocolate é útil, prontamente disponível e barato. Isso pode ser especialmente tentador se a guloseima estiver na sua gaveta do trabalho ou na bolsa.  Ou, talvez você esteja de dieta e você se sinta privado de alimentos prazerosos, que você normalmente gostaria de comer, então você está escapulindo, sem levar em conta o valor calórico do doce na sua dieta.

Depois de identificar a causa, trate-a de forma saudável e tranquila. A menos que você seja alérgico ao chocolate, você não precisa desistir completamente dele, mas diminuir seu consumo.  Existem alguns métodos para controlar seus desejos por chocolate. O mais importante é tomar a decisão de parar de consumir de forma excessiva a guloseima e de usá-lo como uma muleta.  É necessário querer essa mudança, caso contrário, você não conseguirá.

Busque uma fonte de energia alternativa, comendo mais proteínas e grãos no o almoço. Coma frutas e legumes, tenha algumas nozes e sementes na bolsa, experimente biscoitos sem gordura e beba mais água.  Coma chocolate apenas como um deleite ocasional e não como um lanche.

Diminua a quantidade de chocolate consumido a cada semana. E, ao comê-lo, concentre-se em desfrutar e prolongar a experiência.  Experimente uma barra de chocolate de cacau de 80% (isso conterá muito menos açúcar). Mude a rota no supermercado e evite passar pelas gôndolas de guloseimas. Não há nada saudável naquele corredor!

Saiba o que esperar, uma vez que você minimiza a ingestão de chocolate. Você pode experimentar sintomas de abstinência como os da cafeína e você pode ser tentado a substituir o chocolate por outras guloseimas como doces, biscoitos e bolos.

10 itens que você nunca deveria jogar no lixo

10 itens que você nunca deveria jogar no lixo

Se o brilhante programa de TV ‘MacGyver’ da década de 1980 nos ensinou alguma coisa, é que você pode repelir uma gangue de bandidos, sair da prisão e construir uma nave espacial funcional com pouco mais do que um clipe de papel, uma bateria, fita adesiva e um tubo vazio de pasta de dente.

Sim, ok, tudo bem, MacGyver foi ficção, mas você pode pensar em todos os tipos de reparações domésticas úteis – sem bazucas improvisadas, infelizmente – com itens do dia-a-dia que a maioria de nós joga, imprudentemente, no lixo. Junte-se a nós em uma viagem através do mundo da reciclagem / reutilização para identificar as 10 coisas que você, absolutamente, nunca deve jogar fora. 

Clipes de pasta

Os clipes de pasta são valorizados por sua força – se você já teve a ponta do dedo preso em um desses, você sabe o que queremos dizer. Essa força os torna ótimos. Se você está limpando seu escritório em casa e se deparar com uma caixa dessas belezas com asas de borboleta, nem pense em jogá-las fora. Na vida, os clipes de pasta são a ferramenta de acesso para uma solução inteligente para qualquer problema doméstico.

Papel Alumínio

Claro, você pode usar papel alumínio para reaquecimento ou armazenamento, mas você sabia que poderia afiar uma faca com ele? Quando Reynolds vendeu seus primeiros rolos de papel alumínio em 1947, a empresa anunciou isso como papel alumínio para milagres de cozinha. Algumas propriedades únicas desse papel: à prova de humidade, à prova de odor, capazes de suportar temperaturas extremas – e adicione a extraordinária capacidade de ser moldado em qualquer forma imaginável.
Na próxima vez que você usar uma folha de papel alumínio para cobrir um tabuleiro, enxágue-a depois e guarde-a para um desses inesperados usos domésticos

Eletrônicos 

Os telefones celulares antigos podem ser reciclados e dados a pessoas necessitadas.
No mundo dos aparelhos de alta tecnologia, é uma curta viagem de ‘próxima melhor coisa!’ Até para o brinquedo de uma criança. Computadores, TVs e telefones celulares se desvanecem tão rápido que algumas pessoas têm coleções de gadgets antigos coletando poeira no armário. Confira os números sobre os benefícios da reciclagem de eletrônicos:

Reciclagem de 1 milhão de laptops economiza tanta energia quanto 3.500 casas americanas usam em um ano.
Reciclagem de 1 milhão de celulares economiza 35.000 libras (15.876 quilos) de cobre, 350 quilos de prata, 75 libras (34 quilos) de ouro e 15 libras (15 quilos) de paládio.

Rolhas 

As rolhas podem ser usadas para fazer um quadro de avisos.
Na próxima vez que você abrir um bom Merlot encorpado ou celebrar com uma garrafa de champanhe, guarde a rolha. Com alguma paciência você coletará rolhas suficientes para fazer dezenas de projetos legais.

Um quadro simples de cortiça é o projeto clássico. Cole uma centena de rolhas em um padrão atraente em uma placa de apoio ou dentro de um quadro colorido. Mesmo que você tenha apenas um punhado de rolhas, você pode ser criativo. Faça um chaveiro flutuante torcendo um parafuso em loop em sua cortiça favorita. Use a criatividade!

Garrafas de plástico

Entre dentro de uma cozinha de restaurante elegante e ao lado das facas caras e panelas de grife do chef estão as garrafas de plástico de compressão baratas. Chefs enchem garrafas, daquelas de apertar, com azeite, molhos personalizados e condimentos picantes para adicionar um toque controlado de sabor ou cor a um prato. Você pode comprar os mesmos frascos de espremer para a sua cozinha doméstica ou salvar seu dinheiro se invadir a lixeira. 

Na próxima vez que você fizer panquecas, encha uma grande garrafa de ketchup com a massa e estique as porções perfeitas, sem pingar ou derramar. Preencha os frascos de salada com seu próprio vinagrete ou lave a garrafa bem lavada e preencha-a com uma cobertura caseira de sorvete. 

Esses fracos reciclados são igualmente úteis fora da cozinha. Preencha os velhos frascos de ursinho de mel com tinta para a mesa de arte das crianças ou dispense o sabão das mãos em uma antiga garrafa de mostarda.

Sacolas descartáveis

As bolsas de plástico descartáveis normalmente não são recicláveis. Mas elas podem ser reutilizadas. No Oceano Pacífico flutua uma ilha de lixo duas vezes o tamanho do Texas. Trata-se de um acúmulo acidental de milhões de toneladas de detritos flutuantes – muito dele formado por plástico – presos em uma convergência de correntes oceânicas.

O saco de compras de plástico descartável foi alvo de grupos ambientalistas como um símbolo onipresente de resíduos. Esses sacos podem viajar centenas de quilômetros com o vento e flutuar ao longo de rios e oceanos, se eles não se hospedarem em árvores primeiro. Todos os anos, cerca de 100 mil mamíferos marinhos e 1 milhão de aves marinhas morrem por ingerir resíduos plásticos. Por isso, vários estados estão atualmente considerando as leis de proibir o saco.
Mas você pode dar-lhes uma segunda ou terceira vida através de vários usos domésticos.

Faça um travesseiro confortável para um animal de estimação enchendo sacos plásticos amassados ​​dentro de uma fronha velha.
Proteja um pacote frágil enchendo a caixa com sacos plásticos ou use sacos de plástico como luvas improvisadas ao limpar o banheiro. 

Óculos 

Os óculos usados ​​podem ser reciclados e fornecidos a pessoas em países em desenvolvimento que não possuem nenhum. Existem milhões de adultos e crianças em países em desenvolvimento sem acesso a óculos de prescrição e óculos de leitura bifocais. A visão não corrigida efetivamente os torna sem instrução e desempregados, levando-os ainda mais à pobreza. Existem várias organizações de caridade que aceitam doações de óculos usados, classificam-nos por prescrição e enviando-os para pessoas que não podem pagar o luxo de uma boa visão. 

Camisetas velhas 

Uma camiseta favorita é como um velho amigo. Quem não tem uma camiseta que usou há 15 anos e outras que já deveria ter parado de usar há uma década? Quando os buracos em sua camiseta favorita são grandes o suficiente para acertar acidentalmente seu braço, é hora de deixar sua velha amiga na gaveta de panos. 

Camisetas de algodão fazem os melhores trapos de uso geral para varrer, limpar móveis e lavar carros. OK, isso não é exatamente verdade – as fraldas de pano antigas são campeãs absolutas dos trapos, mas são difíceis de encontrar. Mas as camisetas não ficam para trás, vale experimentar.

Gominhas de borracha 

Entre as reutilizações para gominhas de borracha? Braceletes coloridos! As gominhas de borracha são atração de lixo. Se você tem filhos pequenos, então você está familiarizado com a Regra dos Pais de Gominhas de Borracha e Fita, que afirma: No caso de você jogar uma goma ou terminar um rolo de fita adesiva, seus filhos precisarão imediatamente e desesperadamente dessa borracha ou fita para o projeto da escola.

Tubos de papel higiênico 

Um rolo de papel higiênico vazio pode se tornar um organizador de cabelo. Quando os irmãos americanos Clarence e E. Irvin Scott inventaram o rolo de papel higiênico, em 1890, eles criaram mais do que uma maneira conveniente de distribuir um produto indispensável. Eles acenderam uma obsessão coletiva pelo humilde rolo do papel higiênico. Para as crianças, um punhado de tubos de papel higiênico é motivo para horas de diversão na forma de binóculos, foguetes e submarinos – e isso é sem a adição de tubos de toalha de papel. 

Eles também servem para adultos. Em vez de jogar fora, colete um monte de sacolas de plástico dentro de um tubo de toalha de papel e coloque em local acessível.
Organize faixas de cabelo e grampos de cabelo no banheiro, envolvendo-os em torno de um tubo de papel higiênico e mantenha os cabos de extensão se enroscados, dobrando-os cuidadosamente dentro de um tubo de toalha de papel.