O Cachorro São Bernardo

Quem não viu aquela obra cinematográfica intitulada “Beethoven” que conseguiu uma popularidade imensa nos anos 90?! Para aquele que não sabe, é uma obra cinematográfica acerca de um incrível cachorro denominado Beethoven que pertence à raça São Bernardo. Devido ao filme, a fama desta raça aumentou significativamente e ganhou a simpatia de muitos pelo mundo!
Entre todos os cães da raça São Bernardo preparados pelos eremitas, o que mais se destacou em resgastes foi o ousado Barry. Esse valente cachorro salvou mais de quarenta pessoas em toda sua vida e, como agradecimento de sua valentia, foi empalhado e exibido no saguão de ingresso ao Museu de História Natural de Berna.
Toda vez quando nos vem à mente o São Bernardo, nos vem à cabeça a imagem deles empregando uma pequena caixa atada em seu pescoço, que é um kit de resgate. O caso é que eles jamais utilizaram aquela caixinha Esses salvamentos decorriam em grupos de 4 cachorros: dois deles ficavam esquentando a pessoa ferida, outro ficava lambendo-a para revitalizá-la e o outro ia buscar auxílio de alguma pessoa. Isto que é trabalho em equipe!

Origem e História do São Bernardo

Oriundo dos Alpes Suiços, o São Bernardo é um cachorro que descende diretamente dos antigos Molossos romanos e possui traços, mesmo que nos dias de hoje sejam bastante modificados, dos cachorros Dogue Alemão, o Bloodhound e o Mastiff. Existia um lugar em que, forçosamente, os viajantes repousavam, chamado “Hospice du Grand St. Bernard”, este era um minúsculo mosteiro de onde se originou o nome da espécie que nos dias de hoje observamos.
Embora também tenha sido inicialmente usado a fim de auxiliar a puxar trenós e, ainda, como um cão de companhia.
Segundo estudiosos, foi só no século XVIII, que esta raça foi empregada em resgates, em contrapartida existem relatos que a sua adoção aconteceu em meados do século XVII! É conhecido que ele não apenas achava as vítimas soterradas sob a neve, mas também conseguia socorro e defendia a vítima dos riscos naturais, precisamente como o frio.

Características Físicas do São Bernardo

caracteristicas-sao-bernardo Esse cão é atlético, bem musculoso e bem resistente. Essa qualidade é fundamental a fim de que ele suporte temperaturas geladas em ambientes hostis. Seu peso pode atingir até noventa quilos no caso dos cachorros de pelagem extensa – há duas variedades de São Bernardo, os de pelo comprido e os de curto. A raça São Bernardo pode medir até noventa centímetros, sendo 70 cm para os machos e 65 cm para as cadelas.
As orelhas deles são muito características, apresentando-se em um formato triângular, bem maiores se comparadas às outras espécies!
Sua pelagem é espessa e lisa, sendo sua cor mais comum o branco, incluindo um manto ferrugem na região das costas e marcas negras no focinho – comumente no olho e orelhas. Não muito habitual, podemos ver ainda os de coloração avermelhada e esbranquiçada, sem contar o marrom. Outra característica muito frequente é o chamado “colar”, uma cor altamente clara ou escurecida em volta do pescoço.

Temperamento do São Bernardo

guia-sao-bernardo Como todo mundo sabe, ele é um cão leal, tranquilo e muito paciente com todo mundo! Foi por conta disso que ele foi utilizado como um cachorro de resgate. Também com gente estranha a ele, ele inclusive é muito manso! Porém, por ser bastante amigo, ele pode chegar a ser bastante desconfiado e enciumado.
Ele é um cão divertido e que sempre está propenso a uma boa recreação – mesmo que ele não seja essencialmente levado. Toda vez que o seu proprietário se ausenta, ele sente que tem a obrigação de proteger o seu território, por isso ele é também um impecável cão protetor, acovardando qualquer desconhecido e alarmando toda vez que for preciso.
Está, recentemente, a centésima décima terceira colocação em uma lista com relação aos melhores cães com o intuito de se amestrar. Mas não estranhe: mesmo com a sua colocação, ele é muito mais simples de instruir. Esse espécime pode aprender uma ordem nova pela repetição, isto é, dê ordens a ele de forma repetitiva e ele apreenderá o que está sendo definido. Em alguns casos, mais especificadamente trinta e três por cento, ele capta uma ordem na primeira tentativa.

Vantagens em se ter um São Bernardo

Ele sempre aumenta a sua prudência no momento em que se sente um cão de proteção. É, além de tudo, um cão de salvamento que vai estar atento a acidentes, seja doméstico ou em um passeio, apenas exemplificando.
O São Bernardo é um cão que ama um afago, logo, se você é sozinho, ele vai ser uma maravilhosa parceria, entretanto, mesmo que sua casa seja cheia de pessoas, ele será ainda um formidável cachorro doméstico que vai alegrar todas as pessoas na residência, principalmente a criançada! Além disto, ele é grandemente zeloso com todos de casa e vai estar a toda hora com ânimo para agraciar a todos.
Mesmo que ele se adapte com bastante espontaneidade a pequenos recintos, o recomendado é que ele possua uma quantidade considerável de espaço para aproveitar, sendo essencial que você leve-o para caminhar no máximo quatro vezes semanalmente.

Pontos fracos do São Bernardo

Fique esperto a alguns sintomas que o seu cão pode apresentar! Ele pode manifestar um problema de formação incorreta da ligação da cabeça do fêmur com a bacia. Com a finalidade de evitar todo tipo de constrangimento, leve seu cão ao veterinário continuamente, também, quando filhote para fazer exames de prevenção.
O câncer ósseo é outro problema comum nos cachorros desta espécie, normalmente advindo logo após os cinco anos de idade. Caso seu cachorro demonstre estar com algum tipo de dor e inativo, é sinal de que a enfermidade se acha em estado adiantado.
Em nações tropicais, o São Bernardo é capaz de desenvolver a Piodermatite, uma enfermidade causada pela quantidade exagerada de umidade. A chuva é extremamente ruim para o cão, eles são profundamente frágeis a umidade climática, ou seja, até a limpeza tem que ser balanceada: o banho deve ser limitado a uma vez a cada mês.
A quantia de ração também deve ser balanceada: o adequado é que você pesquise um profissional para compreender a porção ideal de alimento que seu São Bernardo deve comer, porque, se não balanceada, pode ocasionar uma Torção Gástrica.
A epilepsia é um problema bem comum nessa espécie – que não possui cura e provoca convulsões as quais são capazes de ser contidos com remédios. O ideal é não procriar cachorros que sejam afetados com esse distúrbio.

Como cuidar de um São Bernardo

Este cachorro necessita de atividades físicas todos os dias a fim de evitar problemas originados do sobrepeso. Talvez seja uma função complicada uma vez que, devido ao seu porte colossal, ele marcha vagarosamente e cansa naturalmente, fazendo com que o exercício retarde mais do que o habitual.
Caso você opte por adquirir um espécime deste, saiba que você carece de bastante espaço.
Ajeite seu bolso – em razão do seu enorme porte, o São Bernardo é um cachorro que tem um custo elevado no que se refere a sua nutrição. Conceda a melhor ração possível para evitar problemas habituais à espécie e consulte um médico-veterinário para compreender qual a porção apropriada para que seu cachorro não desenvolva obesidade.
O São Bernardo é muito salivador, assim esta espécie costuma deixar alguns resíduos dessa baba por toda sua residência.
Ao escovar seu São Bernardo, centralize-se em sua cavidade bucal e seus olhos, pois a pelagem dele pode aglutinar diversos nós e sujeiras por toda a pelagem; e este cuidado deve ser todos os dias.

Filhotes de São Bernardo

filhote-sao-bernardo As visitas ao veterinário devem ser constantes, principalmente quando são filhotes, pois esta raça carece de ser acompanhada frequentemente, especialmente por causa do seu crescimento rápido. Este seguimento é relevante a partir do momento que os ossos e os músculos carecem de proteínas e cálcio adequados com a finalidade de evitar adversidades oriundas de uma má alimentação, bem como a retirada de cálcio e o aparecimento da displasia. Entretanto jamais procure efetuar esta sustentação por conta própria! O médico-veterinário é o especialista mais indicado para orientá-lo nessa questão. Somente ele vai entender o que seu cachorro precisa, apontando a marca mais recomendada e a quantidade certa.
Outra coisa bastante relevante é instruir os comportamentos apropriados ao São Bernardo desde muito novo, determinando limites e censurando o comportamento errado de seu cãozinho, para que ele se torne, assim, um animal doméstico menos complicado futuramente.
Quando for comprar um filhotinho, são apresentados alguns quesitos essenciais que você deve estar atento: Procure os mais resistentes, os mais grandes, que tenham um crânio significativo, uma cor escurecida no seu focinho e que possuam uma impressionante coordenação motora também.

O Cachorro São Bernardo
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta